esaude02

Editorial 02

Consulte a edição online

ESAÚDE 02

Chegou o segundo número do eSaude. Um novo número do magazine é o primeiro indicador de que a aposta valeu a pena, de que acolhemos com entusiamo e reconhecimento todos os incentivos e críticas que nos dirigiram, permitindo reforçar a nossa convicção de que há espaço para o magazine eSaude.

No primeiro editorial instituímos que o eSaude seria um magazine de e para os profissionais que se ocupam e preocupam com os Sistemas de Informação na Saúde . E assim, fiéis a essa promessa, foi do “terreno” que colhemos todos os artigos que constituem o fundamental desta edição. Neste número são assim dados voz e espaço aos organismos centrais do Estado, para nos falarem sobre os seus projetos e para partilharem o que se faz e pensa ao nível das políticas governamentais. Neste número é também dado natural e abundante espaço à partilha da experiência e do conhecimento das pessoas e das instituições que no dia-a-dia fazem acontecer:, contribuindo para um melhor uso da informação da saúde, para a prestação de serviços de saúde mais informados, com mais de qualidade e desejavelmente mais seguros.

Neste espírito, a PDS (Plataforma de Dados de Saúde) é analisada no texto ‘6 perguntas a … Henrique Martins’, detalhada no artigo do Engº Diogo Reis. E é ainda olhada a dimensão europeia do tema, pela apresentação do estado do projeto epSOS., cuja vertente de segurança é tratada pelo Prof. Luís Antunes, que ocupa o ‘corner of speakers’ .

Iniciamos aqui um rubrica centrada nos ‘tutorials’ e, neste número, o Engº. Hugo Bastos apresenta-nos os detalhes do protocolo DICOM. Um olhar mais tecnológico complementa-se com uma abordagem à eficiência energética no uso das TIC, com a apresentação do sistema de monitorização centrado em NAGIOS — tendo por base o caso do Centro Hospitalar do Médio Ave — e com o primeiro de dois artigos sobre a utilização de soluções de Business Intelligence.

O Health Cluster de Portugal, instituição de referência também na área do eHealth, partilha connosco os projetos de inovação que está a dinamizar, enquanto que o espaço “profissionais de saúde e as TIC “ é justamente ocupado pelo Prof Abel Paiva que, entre variados temas, recorda a aventura que viveu com o desenvolvimento do SAPE

Por esta amostra, podemos afirmar que neste número fala-se do que está a acontecer, apresentando o ponto e o contraponto, pela voz e pela escrita dos dirigentes, dos profissionais de SI e de Saúde, dos quadros de empresas, dos académicos e da sociedade em geral… Como deve sempre ser e fazendo jus ao espírito fundador deste magazine. E com a expectativa reforçada de que nos próximos números possamos também contar com o seu contributo!

4 thoughts on “Editorial 02

Deixar uma resposta